Dia do Profissional de Letras

Dia do profissional de letras (1)

O Dia do Profissional de Letras é comemorado junto ao dia da Língua Nacional. “Há uma relação profunda entre uma língua e o povo que a fala. A língua é o meio de expressar a maneira pela qual esse povo compreende o mundo, assim como é o meio com o qual esse mesmo povo se apresenta ao mundo e se posiciona nele”, aponta o site da Universidade Estadual do Ceará. Para parabenizar todos os colegas, um pequeno poema publicado no blog “Revisão pra quê?”.

 

Hoje é dia do profissional de Letras.
 
O profissional de Letras é apaixonado pela linguagem. Estuda fonologia, morfologia e sintaxe. E semântica. E pragmática. E etimologia (aaaaaaah, as aulas de Latim… alguns têm saudade, outros nem tanto). E muito mais.
 
E lê.
 
Porque, ainda que não escolha ser especificamente profissional de literatura, o profissional de Letras adora histórias bem contadas, daquelas que são lidas muito mais de uma vez na vida. Alguns profissionais de Letras também se especializam em contar essas histórias.
 
O profissional de Letras não é um dicionário ambulante, mas certamente saberá indicar um se você precisar. O mesmo para gramáticas. O mesmo para romances. Para livros em geral — melhor dizendo.
 
Há o profissional de Letras que gosta mais de estudar línguas estrangeiras. Há o profissional de Letras cuja maior paixão é o vernáculo.
 
O profissional de Letras usa palavras estranhas como “vernáculo”, “léxico”… e expressões como “sob a égide”. De vez em quando, “escapar-se-á” até uma mesóclise. Mas não é de propósito. É mais forte do que ele. Juro!
 
O profissional de Letras vive com a cara enterrada nos livros. Mas às vezes também gosta de prestar atenção no modo como as pessoas falam, escrevem, se expressam.
 
O profissional de Letras não se limita a ser um só. Ele é professor, revisor, editor, tradutor, contador de histórias, escritor, redator e por aí vai.
 
Parabéns, profissionais de Letras!