Rubem Alves e algumas reflexões

forproll rubem alves

“Uma vez um aluno me pediu uma entrevista e nessa entrevista que foi na minha casa, ele me perguntou: ‘como foi que o senhor planejou a sua vida, como o senhor se preparou para chegar onde chegou?’ – Eu percebi logo que ele me admirava e queria seguir o mapa do meu caminho e então eu disse a ele: ‘eu cheguei onde cheguei porque tudo que planejei deu errado e isso é a pura verdade. Então eu sou escritor por acidente. Já fui outras coisas: professor de filosofia, fui teólogo, já fui pastor… Agora eu sou um velho’”.

Sobre felicidade

“Eu estava conversando com uma amiga e ela me contou o seguinte:  ‘Rubem, eu agora mesmo faria um trato com Deus. Eu Lhe daria um ano de minha vida se Ele me desse uma das noites em minha casa. Porque de noite lá em casa, em frente ao borralho do fogão à lenha, estava o meu pai, a minha mãe… E tinha pipoca. A mãe dizia, ‘eu vou lá fora, buscar umas folhas de laranja para fazer um chá pra nós’.  E toda a noite, meu pai falava pra ela, ‘mulher, você vai ficar estuporada’. Toda noite o meu pai falava e ela nunca ficou estuporada. Isso pra mim é parte do céu. Eu acho que que cada um tem o seu céu diferente. O que a gente quer no céu é recuperar a felicidade efêmera que a gente teve em algum momento. Portanto, cada pessoa tem uma felicidade diferente’”.

Fonte: Portal Raízes. (Fonte)